REI DOS REIS!

Padrão

No terceiro ano do reinado de Jeoaquim, rei de Judá, Nabucodonosor, rei da Babilônia, veio a Jerusalém e a sitiou. E o Senhor entregou Jeoaquim, rei de Judá, nas suas mãos, e também alguns dos utensílios do templo de Deus”

Daniel 1.1-2

 

Nabucodonosor, rei da Babilônia, não sitiou Jerusalém por causa de sua grandeza e perícia de guerra. Não foi seu exército poderoso que fez com que a invasão ocorresse. Na verdade, o que a Bíblia nos apresenta é que o próprio Deus entregou Jerusalém à Babilônia.

Isso pode soar estranho, à princípio, mas te convido a olhar esse episódio da história do povo de Deus a partir da perspectiva bíblica, ou seja, da perspectiva divina.

Aqui aprendemos que Deus reina soberanamente acima de qualquer rei ou governante. Os eventos mundiais, mesmo que confusos e conflituosos por causa do pecado, não estão acontecendo aleatoriamente. Deus reina sobre tudo e sobre todos (Sl 47.7)!

Comparado com o Todo-Poderoso, os príncipes deste mundo são como nada (Is 40.22-24). Como escreveu Abraham Kuyper: “Não há um único centímetro quadrado, em todos os domínios de nossa existência, sobre os quais Cristo, que é soberano sobre tudo, não clame: ‘É meu!’”.

Podemos não entender tudo o que o Senhor faz, afinal de contas Ele é Deus e nós não somos. Porém, podemos descansar, sabendo que “todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Rm 8.28).

Confie e descanse naquele que é o Rei dos reis e Senhor dos senhores (Ap 19.16)!

Pr. Marco Aurélio

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *